Nossa Identidade – Eucaristia, Maria, Papa e muito mais

Louvado seja nosso Senhor Jesus Cristo!

R: Para sempre seja louvado!

Na galeria a seguir trazemos alguns dos principais elementos da identidade católica:

  • A primeira figura da lista são as colunas da Santa Igreja, de acordo com os sonhos de São João Bosco (ou Dom Bosco): a Eucaristia (representada pela hóstia e pelo cálice), Maria Mãe de Deus (Nossa Senhora Aparecida) e o Papa (Papa Francisco). “Oremos pelo nosso Pontífice (Francisco). Que o Senhor o conserve, e lhe dê vida, e o faça santo na terra, e não o entregue à vontade de seus inimigos. Tu és Pedro, E sobre esta pedra edificarei a minha Igreja”.
  • A segunda figura é a Cruz (representada pela Cruz de São Damião), símbolo de amor, sacrifício perfeito, entrega por nossos pecados. “Pelo sinal da santa cruz, livrai-nos, Deus nosso Senhor, dos nossos inimigos. Em nome do Pai, e do Filho e do Espírito Santo. Amém”.
  • A terceira figura é o terço (representando o Santo Rosário), a arma do cristão, usado para a devoção mais popular entre os cristãos, em que se meditam os principais acontecimentos da vida de Nosso Senhor Jesus Cristo, pedindo a proteção de Nossa Senhora, Arca da Nova Aliança, sobre nossas vidas. “Todos os que rezarem o meu Rosário, com constância, receberão graças especiais”.
  • A quarta figura é a vela, símbolo de Cristo, Luz do Mundo, que vem dissipar as trevas, a escuridão, a confusão de nossas vidas. “Eis A Luz de Cristo, demos graças a Deus”!
  • A quinta figura é a Medalha Milagrosa, devoção pedida diretamente por Nossa Senhora das Graças a Santa Catarina Labouré por revelação. “Oh Maria, concebida sem pecado, rogai por nós que recorremos a vós“.
  • A sexta figura é a Medalha de São Bento, que traz a Santa Cruz e lembra de um dos grandes santos da Igreja, São Bento. É um sacramental autorizado pela Igreja. “A Cruz Sagrada seja a minha luz. Não seja o dragão o meu guia. Retira-te, Satanás; nunca me aconselhes coisas vãs, é mau o que tu me ofereces: bebe tu mesmo teus venenos”.
  • A sétima figura é o Escapulário, um sacramental, sinal externo de devoção mariana. “A devoção do escapulário do Carmo fez descer sobre o mundo copiosa chuva de graças espirituais e temporais” (Pio XII, 6/8/50).
  • A oitava figura é a Água Benta, um sacramental, sinal concreto e efetivo da purificação espiritual e da graça divina. Com a bênção da água, recordamos Cristo, que é a Água Viva, e o sacramento do Batismo, que nos fez renascer pela água e pelo Espírito Santo.
  • A nona figura é a Bíblia, a Sagrada Escritura, a Palavra de Deus, uma coleção de livros inspirados por Deus com grandes ensinamentos fundamentais para os homens. São textos milenares cuidadosamente selecionados no seio da Igreja Católica ao longo dos séculos. “Porque a Palavra de Deus é viva e eficaz, e mais cortante do que qualquer espada de dois gumes, e penetra até ao ponto de dividir alma e espírito, juntas e medulas, e é apta para discernir os pensamentos e propósitos do coração” (Hebreus 4,12).
Sonho de Dom Bosco: As Colunas da Igreja

Tema: Maria

Nossa Senhora do Rosário

Bendita és tu entre as mulheres e bendito é o fruto do teu ventre!

São Lucas 1,42

Se Deus, que é Deus, coloca-se a si mesmo como um bebê nos colos de Maria, quem somos nós?!

Jesus honra seu pai e sua mãe mais do que qualquer outra pessoa. Nós simplesmente imitamos Jesus.
Nós honramos Maria assim como Jesus a honra. Nós não a amamos mais do que Ele a ama. Porém não queremos amá-la menos do que Ele a ama.
A imitação de Cristo é a base para nós honrarmos Maria.

A contra-revolução começa na escravidão a Maria Santíssima.

Tema: Eucaristia

A Última Ceia por Leonardo da Vinci

Enquanto comiam, Jesus tomou o pão, deu graças, partiu-o, e o deu aos seus discípulos, dizendo: tomem, isto é o meu corpo. Em seguida, tomou o cálice, deu graças e o ofereceu aos seus discípulos, e todos beberam dele. E lhes disse: isto é o meu sangue, o sangue da aliança, que é derramado em favor de muitos.

São Marcos 14,22-24

Tema: Santa Missa

  • Livro: Tesouro da Tradição: Guia da Missa Tridentina – Lisa Bergman
  • Livro: Introdução ao espírito da liturgia – Joseph Ratzinger – Papa Bento XVI

Tema: Estrutura da Igreja

A hierarquia da Igreja é divina, instituida por Jesus Cristo.

O Sacerdócio é a função mais importante que existe, pois é responsável por trazer Deus em corpo e sangue até nós através da Eucaristia.

Hierarquia e alguns dos principais títulos:

  • Papa: Bispo da diocese de Roma, Romano Pontífice, Vigário de Cristo, Rei, maior autoridade do mundo, nosso pai espiritual.
  • Cardeal: Título concedido a bispos escolhidos como Príncipes da Igreja.
  • Bispo: terceiro grau do sacramento da ordem, sucessor dos apóstolos, chefe de uma igreja particular, prelatura ou diocese.
  • Padre: segundo grau do sacramento da ordem, presbítero, sacerdote, auxiliar do bispo, pode ser chefe de paróquia (pároco).
  • Diácono: primeiro grau do sacramento da ordem, auxiliar do bispo ou do padre, ordenado para o serviço, não para o sacerdócio.
  • Núncio Apostólico ou Núncio Papal: embaixador, representante do Papa num país.

Regiões administrativas:

  • Diocese: porção do povo de Deus confiada a um bispo.
  • Vaticano: diocese de Roma, sede da Igreja, Estado, localizado em Roma-Itália
  • Paróquia: comunidade de fiéis confiada pelo bispo a um pároco.

Saiba mais: